Apresentação

“O moralismo é a antítese da Literatura. A Literatura começa precisamente quando recusamos ser moralistas e instintivamente somos perversos. Quem escreve não pode olhar para onde toda a gente está a olhar, mas para o outro lado”.

Gonçalo M. Tavares, Jornal de Letras, Artes e Ideias, 2005

Fundada em 2016 e com sede em Lisboa, a Antítese Editores não se propõe a satisfazer quaisquer inseguranças literárias por parte do público, quer sejam de carácter moral, tradicional ou emocional. Procuraremos conjugar, dentro do nosso plano editorial – e segundo os critérios de amoralidade acima descritos -, a publicação de originais de novos autores com a tradução de autores estrangeiros cuja produção literária seja significativa para o espaço literário português.